Cidade dos Etéreos (Crianças Peculiares)

22 de junho de 2018

Oi meu povo! Como é que vocês tem passado? Já estamos no meio do ano, credo! Ontem mesmo era Ano Novo, e daqui a pouco vai ser Natal, como tudo passa rápido né? Bom, a resenha de hoje é sobre o segundo livro da série “O Lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares- Cidade dos Etéreos”, assim como o primeiro livro, este também contem fotografias impressionantes e cheias de histórias! A aventura que em que vamos embarcar agora é ainda mais agitada que a primeira, então segurem-se!

Cidade dos Etéreos começa exatamente onde o ultimo parou, no mar. Srta. P. e as crianças estavam em barquinhos e despedindo-se da pequena ilha de Gales. Nos próximos quilômetros que os separam da terra firme as crianças terão que enfrentar muitos obstáculos, tempestades e um mar revolto, mas todos conseguem chegar em segurança. Quando chegaram ao continente, o sol já se punha e como se não bastasse, eles tinham sido vistos pelos Monstros. Daí começa uma fuga interminável para sobreviver, fugiram por uma floresta onde conseguiram um esconderijo improvisado mas que deu certo, e ficaram lá até amanhecer e o perigo passar. Na manhã seguinte, as crianças encontram uma fenda, e correm para dentro dela, com a esperança de acharem uma outra Ymbryne(ave sabia que toma conta das fendas, como a Srta. P.) Toda fenda,como sabemos, abriga um grupo de peculiares, mas, estes peculiares realmente me surpreenderam, eles eram animais! Alguns eram animais como estamos acostumados a ver, um cachorro, uma coruja, galinhas…mas outros não, uma jumirafa(girafa com jumento) é um bom exemplo disso. Cada animal com sua peculiaridade. Os animais eram todos muito simpáticos, mas infelizmente a Ymbryne deles já havia sido capturada pelos Monstros. Os animais disseram que ela e as outras Ymbrynes haviam sido levadas para Londres, e estavam em fendas de tortura. Despediram-se dos novos amigos peculiares e partiram novamente pelo mesmo lugar de onde vieram com a determinação de trazer todas as Ymbrynes de volta. A partir daí é onde começa a verdadeira aventura. A caminho de Londres, as crianças encontram várias coisas diferentes, e fazem muitos amigos, como um pequeno grupo de ciganos simpáticos com quem passaram uma das noite. Finalmente Londres! A grande e deslumbrante Londres. O cansaço não impediu nossos aventureiros de deleitarem seus olhos com aquela cidade, para quem havia passado a vida em uma fenda, aquilo parecia um sonho. Mas o sonho durou pouco, toda a preocupação e responsabilidade depositada neles não hesitou em voltar como um trovão. Instruções para ficarem juntos foram dadas, e lá foram eles enfrentar a gigante Londres . Depois de muito procurar, eles acabaram por achar uma pista: “Wakeling com Rookery”. Era um endereço, uma esquina. Depois de muito procurar o local, encontraram-no em uma situação meio diferente do restante da cidade que estava passando pela estação quente do ano. O prédio estava congelado! Após constatarem que se tratava do lugar onde o Conselho de Ymbrynes se reunia, tentaram entrar de todas as formas, mas o gelo era grosso e consistente de mais, até para Emma, que tentou derretê-lo com suas habilidades. Eles estavam desesperados e exaustos, até que uma senhorinha vai até eles perguntando se estavam em, eles disseram que sim mas a senhora despareceu dentro de suas roupas. E quando se deram conta, uma pequena Ave havia saído por debaixo delas, era a Srta. Wren, a Ymbryne que eles precisavam! ela os levou para dentro do prédio, que era um abrigo anti-monstros, tomou conta das crianças pelos dias que se seguiram, vários peculiares estavam refugiados lá também, eles estavam prontos para a Guerra que eles sabiam que ia começar. Porém, as coisas desandam. eles são capturados e lutam para conseguir fugir, Jacob descobre mais uma habilidade que pode ser muito útil para eles no que eles estão prestes a passar. CONTINUA.
Aaaaaa galera, esse final tem taaanta coisa! Queria poder contar tudo que acontece, mas vocês vão ter que ler haha! Bom, beijos pra vocês e voltem sempre!

Deixe seu comentário