Dica de passeio

11 de novembro de 2016
Enfim sexta chegou e trouxe com ela um final de semana ligado a um feriado prolongado, e é claro que nos leitores já estamos pensando nas horas que iriamos dedicar a leitura. Mas você já pensou em fazer um passeio diferente que não deixa de estar ligado a livros? Listamos 16 lugares em São Paulo que são ótimos para leitores que curtem um lazer sem abrir mão da sua paixão. Se você ainda não conhece esses lugares, meu amigo…pegue sua mochila e viva um dia de turista.

P.s: Preciso ser turista também! hahaha

1. Faculdade de Direito Largo São Francisco – Universidade de São Paulo

Resultado de imagem para Faculdade de Direito Largo São Francisco
Fundada em 1827 a Faculdade de Direito Largo São Francisco foi por décadas a única instituição de ensino da área de humanas ficando conhecida por seus ilustres pensadores. Lá se formaram nomes como Castro Alves, José de Alencar, Monteiro Lobato, Hilda Hilst e Décio Pignatari.A visita ao pátio e às arcadas são abertas ao público porém quem se interessar por desbravar espaços fechados como a biblioteca, o salão nobre, a sala São Leopoldo e o célebre tumulo de Júlio Frank pode participar de uma visita monitorada na última sexta-feira de cada mês. Para se inscrever basta ligar no (11) 3111-4053. A visita tem cerca de uma hora e meia de duração.

2. Instituto Goethe

Resultado de imagem para Instituto Goethe

O Goethe-Institut São Paulo é responsável por diversos eventos culturais que apresentam o intercâmbio entre a cultura do país com a alemã. Além dos eventos ligados ao ensino, música, literatura, esporte, teatro, culinária, arquitetura, ao cinema e ao meio ambiente, conta com aulas e certificados.

3. Museu da Língua Portuguesa

Referência internacional, o Museu da Língua Portuguesa, como o nome já indica, aborda a linguagem oral e escrita no país. Além do acervo, exposições temporárias de alto nível animam qualquer um. Ele fica no majestoso prédio da Estação da Luz, no centro de São Paulo, mas infelizmente o local sofreu um incêndio no ano passado e esta temporariamente fechado para reconstrução.Dá uma passadinha por la pelo menos para apreciar o prédio.

4. Biblioteca de São Paulo

A biblioteca de São Paulo tem 4.257 m², cerca de 30 mil itens e é um prato cheio para os leitores paulistanos. Localizada no Parque da Juventude, antigo Carandiru, conta ainda com uma intensa programação cultural.

5. Biblioteca Mário de Andrade

Resultado de imagem para Biblioteca Mário de Andrade
Considerada a maior biblioteca pública da cidade e a segunda maior biblioteca pública do país, a homenagem a um dos maiores nomes da literatura nacional foi fundada em 1925 no centro da cidade próxima a estação República do metrô. Reinaugurada em 2011, tornou disponível ao público as áreas de consulta das coleções fixas – Artes, Coleção Geral, Mapoteca e Raros e Especiais – e um auditório.

6. Reserva Cultural

Resultado de imagem para Reserva Cultural
Um dos espaços mais charmosos da cidade, a Reserva Cultural conta com um restaurante, uma lanchonete, salas de cinema e claro, uma livraria, que se dedica especialmente, a livros de cinema, fotografia e artes plasticas. Ainda por cima, está localizado no coração da cidade, no meio da pulsante Avenida Paulista, no prédio da Gazeta.

7 .Centro Cultural SP

Com 46.500m² , o Centro Cultural São Paulo conta com quatro pavimentos e diversas bibliotecas, musicoteca e ainda uma gibiteca. Completando a programação, teatro, palestras, cursos e muito mais. Localizado entre as estações Vergueiro e Paraíso do metrô é talvez o espaço cultural mais democrático da cidade.

8. Sebo Desculpe a Poeira

O sebo é composto basicamente da biblioteca do jornalista Ricardo Lombardi, que resolveu começar o negócio se desfazendo de toda a sua coleção particular. Uma extensão do blog de mesmo nome que surgiu em 2007, também trabalha com revistas (edições especiais e coleções) e encomendas. Quase um sebo personalizado localizado no bairro de Pinheiros.

9.Livraria Cultura

Com unidades nos shoppings Bourbon, Iguatemi, Market Place, Villa Lobos, a Livraria Cultura é uma das redes mais conceituadas do país. Destaque ainda para a mega unidade do Conjunto Nacional, próximo a estação Consolação, que conta com setores de arte, tecnologia, música clássica, teatro, café e um cinema. Todas as unidades contam com programação de shows e palestras em seus auditórios.

10. Livraria da Vila

Fundada em 1985 no bairro da Vila Madalena, a Livraria da Vila é uma referencia em literatura e debates literários na cidade. Com a expansão que ocorre desde 2003, quando foi comprada pelo empresário Samuel Seibel, ganhou unidades no Jardins, Moema e nos shoppings Higienópolis, JK Iguatemi e Cidade Jardim.

11. Sebo Avalovara – Quarteirão da Palavra

Localizado no chamado “quarteirão da palavra” – trecho da Rua Pedroso de Morais, entre as ruas Inácio Pereira da Rocha e Cardeal Arcoverde, conhecido por seus vários sebos – o Avalovara chama atenção por seu piso de caquinho e grande quantidade de títulos.

12. Casa das Rosas

Resultado de imagem para Casa das Rosas
Localizada em um casarão no meio da Avenida Paulista, próximo a estação Brigadeiro do metrô, a Casa das Rosas é um espaço dedicado a literatura, em especial a poesia. Com apresentações e saraus, é um dos destinos mais interessantes da cidade.

13. Cooperifa

Fundado em 2001, o Cooperifa é um Sarau de Poesias localizado no Jardim Guarujá na extrema Zona Sul de São Paulo. Uma grande referência em cultura de periferia, acontece todas as quarta-feiras.

14. FNAC

 

Com três unidades em São Paulo (na Avenida Paulista, Pinheiros e Shopping Morumbi), a FNAC conta com uma extensa programação de show e debates, além de uma variedade de títulos gigante. Em cada seção de livros, há pufes e sofás, onde você pode ler tranquilamente a obra que quiser. Também promovemos bate-papos com autores e sessões de autógrafos que permitem que você encontre seus escritores favoritos.

15. Theatro Municipal de São Paulo

 

Sede da Semana de Arte Moderna de 22, o Theatro Municipal de São Paulo foi projetado pelos arquitetos Ramos de Azevedo, Cláudio Rossi e Domiziano Rossi em 1903 e inaugurado em 12 de Setembro de 1911. Você pode fazer visitas guiadas ou em grupo (também em inglês) e uma bela refeição no restaurante do espaço.

16. Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

Resultado de imagem para Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin
A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, localizada na Cidade Universitária, foi criada em janeiro de 2005 para a coleção brasiliana do bibliófilo José Mindlin e sua esposa Guita doada pela família Mindlin à USP. No total são 32,2 mil títulos que correspondem a 60 mil volumes aproximadamente. De quebra você pode fazer compras na charmosa livraria João Alexandre Barbosa.
Por todo o Brasil ou no mundo tem lugares excelentes que leitores podem conhecer.
Que local você indicaria?
Bom Passeio!