O Alquimista

, Livros

O Alquimista

Eae galera? Tudo bom? Eu sou nova por aqui, meu nome é Samara! Esse aqui é meu primeiro de muitos blogs!(eu espero).

Bom, hoje eu vim trazer pra vocês um pouco da literatura brasileira, o blog de hoje vai ser sobre o livro “O Alquimista”, de Paulo Coelho(http://www.academia.org.br/academicos/paulo-coelho/biografia). Vamos pra resenha?

Tudo começa com um pastor de ovelhas chamado Santiago, ele estava a caminho de uma cidade para vender um pouco de lã. Santiago era um homem que amava aprender, ele buscava o conhecimento para entender linguagem do mundo. Ele aprendia com suas ovelhas, acreditava que elas falavam a linguagem do mundo. O pastor em uma de suas noites a caminho do seu destino, dormiu em uma velha igreja cujo tinha até um sicômoro crescendo em sua sacrista, e o teto havia caído há tempos, ele sonha com algo repetidamente, que não sabia explicar, mal sabia ele que aquilo o ajudaria a conquistar o maior tesouro de sua vida.Quando o sol nasceu, Santiago partiu em direção ao seu destino onde encontrou um homem, homem este que se dizia ser um rei de uma terra distante chamada Salém. O tal “rei” falou sobre uma “lenda pessoal” que todos nós devemos cumprir ao longo de nossas vidas e que a dele era de encontrar seu tesouro enterrado aos pés das pirâmides do Egito, falou também de Urim e Tumim, duas pedras místicas capazes de responder qualquer questão objetiva a elas dirigida. o pastor, um homem de fé, vende suas ovelhas e viaja por muitos lugares a fim de chegar até as pirâmides. Em seu caminho, Santiago passa por muitas dificuldades, e enfrenta todas elas usando o conhecimento que ele adquire durante sua caminhada. Ele também encontra muitas pessoas, inclusive o amor de sua vida. Será que o pastor de ovelhas encontrará sua lenda pessoal? Será que ele conseguirá permanecer com sua amada? Bom gente, o desfecho dessa trama foi realmente inesperado para mim, eu não imaginei nada parecido, realmente me surpreendeu. O livro além da história incrível, Paulo Coelho ainda tem um jeitinho todo especial de nos prender com sua forma de falar. As lições de vida que podemos tirar desse livro não são poucas! Ele nos trás ensinamentos em cada página! È uma leitura que super vale a pena guardar pra vida!

Adicional:

O Alquimista pegou um livro que alguém na caravana havia trazido. Enquanto foleava suas páginas, encontrou uma história sobre Narciso. O Alquimista conhecia a lenda de Narciso, um rapaz que todos os dias se debruçava na margem de um lago para contemplar sua beleza. Era tão fascinado por si mesmo que certa manhã, caiu no lago e morreu afogado. No lugar onde caiu, surgiu uma flor, que chamaram de Narciso. Mas não era assim que o autor do livro terminava a lenda. Ele dizia que, quando Narciso morreu, vieram as deusas do bosque e viram o lago, que antes era água doce, transformado num lago de lágrimas salgadas.

-Por que você chora? – perguntaram as deusas.

-Choro por Narciso – respondeu o lago.

-Ah, não nos espanta que você chore por Narciso – disseram elas. -Afinal de contas, apesar de sempre corrermos atrás dele pelo bosque, você era o único que contemplava de perto sua beleza.

-Mas Narciso era belo? –  perguntou o lago.

-Quem melhor do que você para saber disso? – disseram, surpresas, as deusas -Afinal de contas, era nas suas margens que ele debruçava-se todos os dias para contemplar-se!

-O lago ficou quieto por algum tempo. por fim, disse;

-Choro por Narciso, mas jamais notei que Narciso ela belo. Choro poque, todas as vezes que ele se debruçava sobre minhas margens, eu podia ver, no fundo dos seus olhos, a minha própria beleza refletida.

“Que bela história”, pensou o Alquimista.

Deixe uma resposta