O Ar que ele respira – Brittainy C. Cherry

, Livros

O Ar Que Ele Respira
Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Record (Grupo Editorial Record)
Ano: 2016

Sinopse: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.

Já se passaram 48 horas que finalizei a leitura e ainda não sei como descrever meus sentimentos sobre essa história.
Ouvi falar do livro em um grupo do WhatsApp, não dei muita atenção por ser mais um romance (e eu estava de saco cheio), porém me apaixonei pela capa quando a vi exposta na Saraiva. Na verdade, me apaixonei pela maneira que o título foi impresso capa.

o ar titulo
Como vocês sabem, não sou resenhista, mas gosto de compartilhar meus pensamentos a respeito de um livro e posso garantir que esse casal me rendeu muitos pensamentos “chorões”. Para falar a verdade, esse livro só me rendeu pensamentos porque as palavras foram engolidas pelas lagrimas.
A trama gira em torno de Elizabeth e Tristan, duas pessoas que tiveram suas vidas transformadas após a perda de familiares e juntos aprendem a viver novamente.

“Num piscar de olhos, num breve momento, tudo o que eu sabia sobre a vida mudou. ”

Tristan é casado com Jamie; pai de Charlie e tinha um sonho de abrir um negócio de moveis.

Elizabeth é mãe de Emma, casada com Steven e filha de uma mulher que não sabe lidar com a perda do seu marido.

Toda a alegria de um lar desaparece da vida desses dois quando Steven, Jaime e Charlie morrem em um trágico acidente de carro. Após um ano, Elizabeth decide dá um fim no luto e se esforça para ter uma vida normal com sua filha, volta para a cidade que vivia com o marido e enfrenta os fantasmas do passado. No seu primeiro dia encontra Tristan e no primeiro olhar ela já enxerga nele a mesma dor que ela carrega.

A narrativa é intercalada e em alguns capítulos você acompanha flash dos momentos que atormentaram Tristan no passado.

O fato é que se você é uma pessoa sentimental irá chorar as 306 páginas, se faz o tipo durão vai chorar pelo menos em 2 capítulos.

A Brittainy me ensinou a ama-la através da maneira que ela descreve a perda. Ela embeleza a dor e captura a peculiaridade do renascimento após o luto. Ela fez isso em Sr Daniels e em o Ar que ele respira não foi diferente.
A dor de Tristan me tirou o chão, me deixou sem ar e a Elizabeth fez comigo o mesmo que fez com ele, ensinou a amar mesmo quando o coração está em frangalhos…

“Os pequenos momentos de felicidade compensam a dor, e os cacos do coração podem ser colados novamente. Quer dizer, sempre fica uma cicatriz ou outra, e, as vezes, as memórias do passado te queimam por dentro, mas são uma lembrança de que você sobreviveu. E esse fogo que nos faz renascer. ”

É um livro belo! Um romance angustiante no início, mas acolhedor no final. Não deixa de ser um enredo previsível, porém a Brittainy sabe desenvolver muito bem os personagens e você se apaixonar por cada um – e odeia alguns – como se vivesse naquela cidade.
Novamente digo que chorei muito. Chorei porque sou casada e a realidade de perde a pessoa que ama bate na sua porta, chorei porque sou mãe e não sei se conseguiria viver sem respirar o mesmo ar que meu filho. Chorei porque é muito difícil não admirar uma mulher que mesmo sofrendo é bondosa ao ponto de querer ajudar alguém que “está morto” a renascer. Chorei por acompanhar Tristan se apaixonado e voltando a vida.

“Sabe aquele lugar entre os sonhos e os pesadelos? Aquele lugar onde o amanhã não chega e o passado não dói mais? O lugar onde seu coração bate em sintonia com o meu? Aquele lugar onde o tempo não existe e é mais fácil para de respirar? Quero viver nesse lugar lá com você.”

Indico o livro com muita convicção de que você vai tirar alguma lição para toda a sua vida. E adivinhem? O Ar que ele Respira é o primeiro volume da série Elementos. Até o momento a saga promete quatro livros, cada um narrando a história de um casal diferente.

12768219_507387762755219_691881609909282009_o

Peço desculpa ao grupo Leitura Rosa por ter lido o livro antes de todas, não consegui resistir a tanta perfeição.

Boa Leitura!

Deixe uma resposta