O Desafio de Ferro

, Livros

Bom dia, boa tarde, boa noite queridos leitores! Tudo bom com vocês? Então, a resenha de hoje é sobre o primeiro livro de uma saga de por enquanto cinco obras. Até a presente data, foram publicadas apenas três volumes da saga, o próximo livro está previsto para outubro, mas quem sabe não é mesmo? haha! Ainda mais quando temos duas autoras!! Isso mesmo! Dessa vez, a senhorita Holly Black (autora de “As Crônicas de Spiderwick”, entre outros), e a minha diva inspiradora, Cassandra Clare ( mundialmente famosa por ter escrito a melhor saga de livros que eu já li  “Os Instrumentos Mortais”), resolveram se juntar para escrever uma saga cheia de magia e muito, mas muito MISTÉRIO! Um fato curioso é que essas duas rainhas da literatura que por mera coincidência do destino (mentira, Deus as enviou para escrever para nós), moras apenas alguns quarteirões uma da outra! Graças a Deus né? Imagina se morassem longe? Santo sofrimento! Mas chega de enrolação, vamos pra resenha!

Dados Importantes:

  • Editora:

Editora Novo Conceito

  • Data de Publicação:

2014

  • Autoras:

Holly Black, Cassandra Clare

  • Ilustrado Por:

Scott Fischer

  • Título Original:

Magisterium – The Iron Trial

  • Gênero:

Mistério, humor, aventura

  • Mais Detalhes:

Impresso em folha polem, 381 páginas, dedicado à Sebastian Fox Black

 

Tudo começou ha alguns anos, quando o Magisterim estava em guerra, e toda a sociedade mágica ameaçada. Alastair Hunt é o pai do nosso protagonista Callum, que nasceu no meio dessa guerra, sua mãe fugiu com ele para uma caverna em uma montanha altíssima, junto com outros magos, mas de nada adiantou, o Inimigo os encontrou, e matou a todos. Quando Alastair chegou, já era tarde de mais, seus amigos, sua mulher, todos já mortos…mas havia uma única alma ainda viva, Callum. Ao lado de seu filho, sua mulher havia deixado um recado para Alastair, escrito com seu próprio sangue, “MATE A CRIANÇA”.

Callum era um menino difícil, do tipo que só pensa em jogar games e tem problemas com os professores. Seu pai, Alastair, sempre o alertou para ficar longe da magia, e pelo menos isso Call parecia escutar, e por isso tinha o brilhante plano de ser ele mesmo e fracassar no tão cobiçado pela sociedade maga, O Desafio de Ferro, imposto pelo Magisterium. A maioria dos garotos e garotas filhos de mago, sonhavam, e se preparavam por toda a vida para ter uma vaga na escola de magia, mas Call só pensava em viver uma vida normal. Quando Call chegou ao local indicado para realizar os testes, realmente fracassou…fracassou em seu plano de fracassar! Call, mesmo sem querer, demonstrou uma imensa fonte de poder, o que acabou chamando a atenção do Magisterium, e em especial do Mestre Rufus que sem exitar o colocou em sua classe de magia junto com Tamara Rajavi e Aron Stewart que mais tarde serão grandes amigos de Call, que até então, era o típico adolescente problema/solitário.

Call segue para seu novo lar durante o próximo ano, muito contra sua vontade. A primeira vista, o Magisterium não passava de um monte de cavernas subterrâneas sem saída, cheia de criaturas mágicas, estalactites e estalagmites, mas ao passar dos meses, os alunos de magia da classe de Mestre Rufus, descobrem que aquele lugar era bem mais daquilo que aparentava ser, cheio de segredos, mistérios e passagens secretas.

Como se não fosse mistério o suficiente, coisas estranhas rondam o Mestre de magia, e coisas mais estranhas ainda sobre o passado, e a identidade de Call, são deixadas ao ar várias vezes durante os meses que Call passa no Magisterium. Mas isso acaba apenas o impulsionando para querer descobrir mais, e ficar ainda mais tempo naqueles túneis em baixo da terra, ainda mais depois de acontecimentos e alguns encontros inesperados e no mínimo esquisitos durante um exercício externo, quando Call passa a guardar um grande segredo, e também, uma grande dúvida, o que nos da uma sede pelo próximo livro, porque é claro que não vamos ficar sabendo disso agora!

O fogo quer queimar.

A água quer fluir.

O ar quer se erguer.

A terra quer unir.

O caos quer devorar.

 

Deixe uma resposta