Resenha e Notícias: Para Todos Os Garotos Que Já Amei – Jenny Han

24 de agosto de 2017

Editora: Intrínseca

Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

 

Hey, pessoas mais que maravilhosas que leem.

Bora de literatura juvenil com esse mega sucesso da Jenny Han. Cara, a mulher acertou na mão ao escrever esses livros, viu. Quando rolo minha telinha do IG os livros da trilogia estão constantemente bombando por lá.

Vai ser um eterno mistério como esse livro apareceu na minha casa. Ele chegou pelos correios e eu não sei se alguém que me ama me mandou ou se comprei por engano. Mas que bom que veio, porque agora tô aqui pra falar dele para vocês.

Para Todos os Garotos que Já Amei conta a saga de Lara Jean, uma adolescentezinha pacata de olhinhos puxados que se envolve em uma tremenda confusão.

Tudo começa quando cartas que ela escreveu para esquecer seus amores platônicos são enviadas exatamente para eles. Em razão disso, e pra escapar de uma situação vergonhosa com o ex namorado de sua irmã, ela entra em um acordo com Peter Kavinsky, e eles começam a fingir um namoro.

@literalmentebinha

A Lara é uma menina simples, com a tristeza de ter perdido a mãe quando pequena, ela vive com o pai e as duas irmãs: Kitty e Margot. O início do livro tem um quê de melancolia em razão das memórias que nossa protagonista conta da época em que a mãe era vida. Sério, meu coração doeu em alguns momentos.

Quando se envolve na situação das cartas, ela meio que perde o controle de suas ações.Um belo exemplo disso é o beijo no meio do corredor. Mas gente, eu ri dessa menina kkk

Achei Lara meio sem personalidade durante um bom tempo, e acho que isso se deve ao fato de ter tido a figura da mãe tirada tão subitamente, sendo substituída pela irmã mais velha. Me enraivecia ela manter sua vida à sombra de tudo que Margot gostava, pensava ou fazia. Porém ela se descobre de pouco a pouco quando precisa tomar as rédeas da situação.

E não, não gostei da Margot. rs Talvez isso mude nos próximos livros, mas até o momento ela não me desceu.

Gostei como a autora desenvolveu o relacionamento fictício de Lara e Kavinsky. Não foi uma coisa forçada, ficou bem natural. Maaaaas, preciso dizer que sem a ação de Kitty o livro não teria nem de longe o mesmo colorido.

Arrisco a dizer que o jeito como ela se comporta com Peter, até mesmo mais do que na relação de irmã com Lara, dá um toque de fofura na situação. E olha que Kitty nem é fofa, a menina é preto no branco. Que personalidade! Ta aí uma personagem que merece um spin off.

Fui transportada para minha adolescência, e ri um bocado lembrando dos problemas que não são nem problemas de verdade, mas que nos fazem perder a cabeça nessa fase da vida. Me sinto uma teen até hoje, porém havia esquecido como colocamos uma lupa sobre os acontecimentos, e tudo toma proporções imensas naquela idade.

Pensa numa leitura levinha que vai te fazer passar os minutos sem perceber. É esse livro!
Não posso te dizer que me apaixonei por ela, mas pelo Peter sim. Na verdade não vejo nada de muito cativante em nenhum dos dois, mas a história se desenvolve de um jeitinho gostoso que te faz querer saber no que vai dar.

É bem clichê, você sabe mais ou menos como o plot vai se desenvolver, mas no final o coração acaba esquentando com a leitura.

Notícia 1:

E aaaaaaah, vai ter filme. Sim, é isso mesmo!

Eu sou dorameira, gente. Sou apaixonada com a Ásia, então imaginem minha ansiedade de saber que teremos a adaptação desse livro tão fofo de uma autora descendente de Sul Coreanos, que escreveu personagens descendentes de Sul Coreanos.

Da esquerda para a direita: Lara, Margot e Kitty.

 

Notícia 2:

A intrínseca anunciou que vamos TER BOX do três livros com pôster exclusivo com a assinatura da Jenny para nós, brasileiros. Vai chegar às livrarias no próximo mês. Eu queeeeeeeeeeeeeeeeeeeeero.

Bem, meus lindos, espero que tenham gostado.

Beijinhos e até  próxima

Instagram: @literalmentebinha

3 Comentários