Resenha: Não Pare! – FML Pepper

16 de agosto de 2017

Editora: Valentina

Sinopse: Nina Scott não suportava mais a vida nômade e solitária que sua mãe, Stela, a obrigava a ter. Mudar de cidade ou de país a cada piscar de olhos, conviver com tantas perguntas que a consumiam, assombrada por mistérios de um passado guardado a sete chaves. Agora, aos 16 anos, a garota das estranhas pupilas verticais exigia respostas.
E, para sua péssima sorte, elas já estavam a caminho!
Quando Stela decide ficar em Nova York, Nina acredita que seu sonho de ter uma vida normal vai se tornar realidade. Finalmente terminará o ano letivo em um mesmo colégio, poderá fazer amigos sem ter que abandoná-los em seguida, viver um grande amor, amadurecer, criar raízes… Enfim, curtir a juventude.
Mas o “normal” está muito longe da vida de Nina!
Perdida no olho de um furacão de mortes e inexplicáveis acidentes, tendo que esconder os terríveis fatos da mãe paranoica, Nina começa a desconfiar da própria sanidade mental, de tudo e de todos. O que explicaria os paralisantes calafrios, a perda de visão e de memória que experimentava sempre que alguém morria ao seu redor? O que ela teria a ver com os bizarros e sobrenaturais acontecimentos? Estariam eles interligados?
Seria a Morte sua companheira para toda a vida?
É chegada a hora da verdade.

 

Ei, leitores lindos.

Não sei se vocês sabem, mas dia 09 do mês de junho foi meu aniversário. Fiquei super feliz esse ano porque ganhei u bocado de livros, acho que uns 15.

Uma das pessoas lindas que me presenteou foi a Carina, uma anjinha linda que me viu surtando na promoção da Editora Valentina e me deu  o box da trilogia Não Pare!. Nem sei como te agradecer, sua linda. Sinta essa resenha dedicada especialmente a você.

Bem, o livro conta a história de Nina, uma adolescente com uma vida nômade incomum, e, cara, extremamente azarada. Acontecimentos desastrosos muito estranhos se dão em sua vida com certa recorrência, sendo que sempre  que eles acontecem, sua mãe decide mudar-se ás pressas do lugar em que residem.

Resultado disso é que ela é uma menina solitária e sem amigos, até que um dia, após um desses acontecimentos, sua mãe decide ir embora para Nova York. Já na cidade, Stella diz a Nina que não se mudarão mais, e tentarão viver uma vida normal.

Logo no primeiro dia em NY, ela começa a sentir uns calafrios, fraqueza, tonteira, sendo que os “sintomas” são sempre seguidos de situações que colocam a vida dela em risco. Tais coisas vão se repetindo, e ela vai sendo salva da morte repetidamente sem saber explicar como.

Na escola ela conhece duas figuras que se destacam: Kevin (yuck) e Richard. Gravem esses nomes porque eles são essenciais para todo enredo.

No meio da história uma tragédia de verdade atinge a Nina. Uma tragédia de verdade, forte, que faz com que ela perca o chão.

À partir daí ela literalmente cai nos braços da morte, de sua morte, e seus dias se tornam um turbilhão de acontecimentos muito loucos. E eu vou te dizer, eu bem que queria cair nos braços dessa morte! hehe

A Nina é uma personagem que possui um estilo que geralmente não gosto, ela fica remoendo as coisas. Porém, se ela não fizesse isso é provável que entenderíamos poucas coisas da história. As coisas que ela pensa devem ser levadas em conta desde a primeira até a última página do livro, porque tudo, absolutamente tudo, se encaixa na história.

As flutuações de humor do Richard podem te deixar muito emputecidos. Mas é aquela raiva que passa toda vez que ele aparece, porque né… É o Richard rs

Falar de Não Pare! não é uma tarefa fácil. Ao meu ver qualquer coisa dita em excesso acaba virando um spoiler daqueles.

A Pepper soube criar um universo encantador, sabe, daqueles que te deixa boquiaberta com tamanha criatividade. Sou muito apaixonada por autores que tem essa maestria.

Zyrk, os planos, os resgatadores, híbridos, falta de sentimentos… Tudo se conecta de um jeito bem interessante.

O início do livro pode ser lento para alguns, mas chega um momento que a coisa anda (Ou desanda. Não sei ao certo) e daí pra frente não dá pra parar de ler mais.

Bem, talvez seja por isso que a Vanessa, uma de nossas blogueiras lindas, não quis resenhar Não Pare!. É porque realmente dá uma sensação de vazio de palavras pra descrever a história de uma maneira plausível sem vazar informações demais.

Eu espero que tenham me entendido. rs

Beijinhos

Até a próxima

5 Comentários