Resenha – Perdida (Carina Rissi)

1 de abril de 2017

Oii seus bonitos!

Tudo bem com vocês?

Hoje vou falar de um livro que acabei de ler e achei super fofinho, bem gostoso de ler.

Tentarei ser breve e não dar spoiler, mas caso fale alguma coisa, tenham paciência comigo! rs

Em perdida iremos falar sobre como o amor ultrapassa a barreira do tempo e como podemos perceber que este lindo sentimento faz falta na vida do ser humano.

O livro inicia contando a história de uma garota chama Sofia, que mora em uma cidade grande, sua melhor amiga do mundo que se chama Nina e tem um emprego que detesta, mas suporta por precisar do dinheiro.

Como toda boa pessoa desastrada, sofia em um momento de distração em um banheiro publico, acaba derrubando seu celular na água e claro, ela não tem a coragem de recupera-lo. E como toda garota do século 21, não consegue  viver sem tecnologia, por isso no dia seguinte ao acidente decide comprar um novo telefone e com isso a sua jornada começa.  Em toda cidade grande possuímos lojas de departamento e lojas onde podemos comprar um celular novo com facilidade e não foi diferente para nossa protagonista, que entra em uma loja e encontra uma vendedora muito peculiar que lhe vende um celular BBB (bom, bonito e barato), claro que Sofia adorou a ideia e logo queria usar o novo brinquedinho. Ao tentar usar o seu novíssimo e lindo celular, Sofia é atingida por uma luz cegante, tropeça em uma pedra e quando consegue novamente ver, da de cara com um lugar completamente diferente do que ela estava anteriormente.

Aí você me pergunta: Karin, o que tem de interessante até aí?

Eu te respondo: Não muita coisa, mas tenha paciência, o livro vai ficar muito melhor. Tão melhor a ponto de ficar em pé na frente da pia do banheiro por uns 20 min sem conseguir parar de ler (sim, eu fiquei em frente a pia do banheiro lendo , rs).

Eeeeeeeee, continuando a nossa resenha…

Sofia se depara com um lugar completamente diferente e pra sua surpresa vê um homem em um cavalo (Oi?) vindo em sua direção. É aí que conhecemos o Ian, um homem bonito, bem vestido, um pouco cliche (que amamos) e educado. Mas sabe qual é o maior problema? Esse homem lindo pertence ao século 19, que ao se deparar com uma linda donzela em perigo tenta ajudar. Porém essa donzela está de mini saia e all star vermelho… gente, imagina o escândalo que isso provocou numa época onde o normal era usar vestidão com espartilho e saiote?

Ao longo do livo o relacionamento deles vai se desenrolando, podemos ver que nem sempre é fácil, pois Sofia só pensa em voltar para casa, ou seja, seculo 21. É gostoso de ler como tudo vai acontecendo e conseguimos perceber por que tudo isso aconteceu com a Sofia, pois claro que isso tinha um objetivo.

Na minha opinião pessoal, alguns pontos do livro são um pouco cliches, mas mesmo com esses pontos é um livro bem gostoso de ler. Pois você se apaixona pelos personagens e consegue sentir o amor, carinho, dor, saudade, raiva e tantos outros sentimentos que autora consegue expressar no livro.

Algo que me deixou muito feliz também é que ao invés do final comum, onde quando tudo se acerta acaba, a autora estende o final e mostra como as coisas ficam após se acertarem, ela da um final onde você pode curtir um pouco mais dos personagens e da felicidade deles, por que todo romance tem final feliz.

É um livro que foi indicado pela minha amiga @Bah, que em sua grande sabedoria me incentivou a ler. Claro que não posso esquecer das meninas da leitura rosa (nosso grupo lindo só para meninas do TMLQA), que assim que viram minha atualização no skoob logo me perguntaram o que achei do Ian, que gente, realmente é apaixonante.

Acho que este é o fim, pois se continuar falando darei alguns spoilers.

Beijos e até a próxima!

 

4 Comentários